servicos juridicos
18 jul 2016

Como prestar serviços jurídicos sem ser advogado

O comodismo causa hoje um efeito muito negativo na formação profissional, pois profissionais desqualificados são diariamente surpreendidos pela perda de seus empregos para profissionais inovadores que buscam a qualificação de sua mão de obra para o mercado.

Constatamos diariamente muitos funcionários de cartórios judiciais ou notariais sem a devida qualificação para exercer suas atribuições voltadas aos fundamentos jurídicos, o que faz com que a qualidade do serviço público caia cada vez mais.

Muitos escritórios de advocacia perdem seus clientes por má gestão processual, muitas vezes ocasionada pela falta de qualificação do pessoal responsável pela gestão dos processos e dos prazos. Isso passa a demonstrar uma insegurança na prestação de serviços, o que pode desencadear na perda total de uma ação que poderia render muito dinheiro para o cliente e, consequentemente, para os advogados patrocinados. A perda de uma ação pode fazer ruir toda uma imagem construída há anos por um grande escritório de advocacia por falta de qualificação do gerenciamento processual ou, muitas vezes, por falta de conhecimento jurídico desse profissional.

Por outro lado, profissionais ligados à área contábil, fiscal ou de recursos humanos muitas vezes realizam diariamente negócios jurídicos sem ter sequer a formação para atuar nesse sentido. Uma formação adequada traria um diferencial de destaque em seu currículo em forma de qualificação específica e superior para atuar nas mais diversas áreas jurídicas afetas diretamente aos seus ramos de trabalho específicos.

A qualificação profissional, através do curso de direito, é muito morosa e dificultosa diante do engessamento do método presencial de ensino jurídico.

A inovação é necessária, pois, quando entendemos que somos os melhores, não devemos parar no tempo, nos acomodando com uma pseudo-realidade de que jamais seremos superados.

A própria vida é recheada de momentos de constantes superações diárias, onde se mata um leão por dia para sobreviver diante do apocalíptico mercado de trabalho.

Hoje não há como ser um administrador de uma empresa sem ter o conhecimento dos diversos aspectos jurídicos que envolvem os negócios. A boa administração está aliada ao gerenciamento qualificado de seus funcionários, que também deverão ser qualificados para tanto.

A inovação vem com a praticidade de poder realizar sua qualificação através de cursos superiores de curta duração na forma de ensino a distância, que oportunizam ao profissional que já se encontra inserido no mercado de trabalho se qualificar com uma relação custo/benefício muito interessante.

Para tanto, hoje não se faz mais necessário fazer o curso de direito para executar com propriedade todas estas tarefas que envolvem as ciências jurídicas. Uma excelente opção é o curso Superior Tecnológico de Serviços Jurídicos.

O ensino a distância de qualidade encurta as fronteiras que pareciam grandes abismos no passado.

Conheça o curso de Serviços Jurídicos em EaD

Diploma igual ao presencial
QUERO CONHECER

Deixe um comentário