areas de atuacao do servico social
22 jul 2016

Áreas de atuação do Serviço Social

O assistente social tem como espaço de atuação profissional tanto as organizações públicas que elaboram e executam políticas públicas de caráter social como em organizações não governamentais voltadas para a inclusão social e garantia de direitos. Mas atua também em empresas, tanto no setor de recursos humanos e gestão de pessoas, como em programas de responsabilidade social.

Além disso, pode atuar como assessor ou consultor externo de programas e serviços públicos ou privados, desenvolvidos nesses mesmos espaços.

Assim, quanto às áreas de atuação, o assistente social pode estar inserido tanto na Assistência Social, como na Saúde, na Educação, na Habitação, dentre outras, sejam as ações e serviços destas políticas públicas exercidas diretamente pelo Estado ou em parceria com organizações não governamentais.

E, no que concerne aos segmentos, o profissional do Serviço Social atua com os mais diversos, dentre os quais podemos citar: crianças e adolescentes, jovens, famílias, população de rua, mulheres, dependentes químicos, presidiários, trabalhadores, idosos, mulheres, pessoas com deficiências, minorias étnicas, raciais, religiosas, etc.

Se o assistente social estiver inserido profissionalmente em uma Secretaria Municipal de Assistência Social e alocado em um dos Centros de Referência de Assistência Social (que é a unidade responsável pelo primeiro acesso do usuário ao Sistema Único de Assistência Social [SUAS], executor da Política Nacional de Assistência Social), ele atuará primordialmente com famílias, seus membros e indivíduos em situação de vulnerabilidade social, na provisão de suas necessidades básicas, na orientação quanto aos seus direitos e no encaminhamento para a que tenha acesso aos mesmos, acompanhando a evolução de cada situação.

Poderá também atuar em uma Secretaria Municipal de Saúde e desempenhar suas funções em um hospital público municipal, atendendo pacientes e familiares necessitados de orientações e encaminhamentos para acesso a seus direitos e benefícios.

Mas, se for trabalhar em uma empresa, no setor de recursos humanos, sua atuação estará focada nos trabalhadores da mesma, agindo muitas vezes em parceria com outros profissionais de outras áreas, no recrutamento, seleção, treinamento, ou mesmo no acompanhamento de desempenho, na orientação quanto aos seus direitos trabalhistas e sociais, na concessão de benefícios, etc.

Porém, se estiver trabalhando em uma organização não governamental que foi instituída por um grupo de voluntários e atua sem fins lucrativos, para atender crianças e adolescentes vítimas de abandono e maus tratos, sua atuação estará voltada para a criança ou adolescente e também aos seus familiares.

E ainda, se inserir-se em uma comunidade terapêutica de atendimento ao dependente químico, instituída por iniciativa de uma igreja, atuando sem fins lucrativos, estará atuando com a pessoa em dependência química, seja individualmente ou em grupo e também com suas respectivas famílias.

O assistente social, portanto, tem competência para atuar tanto em diferentes políticas públicas (educação, saúde, assistência social, habitação, previdência social, etc.) como em serviços e programas sociais desenvolvidos por diferentes setores que se organizam fora do aparato estatal. Atende tanto a população que se caracteriza como público usuário da assistência social como outras que, de alguma forma, apresentem alguma demanda social, decorrente de qualquer forma de exclusão ou desigualdade, em que direitos não estejam sendo acessados e garantidos.

Conheça o curso de Serviço Social em EaD

Diploma igual ao presencial
QUERO CONHECER

Deixe um comentário