movimento crianca
6 jul 2016

Por que os professores de educação física devem estimular 3 classes de movimentos nas crianças

O ser humano, conforme avança em idade, tende a progredir, atingindo níveis de movimentos complexos (que demonstram grande habilidade). Mas sabe-se que as organizações e combinações de todos os movimentos habilidosos que são capazes de realizar foram aprendidos e aperfeiçoados na fase dos movimentos fundamentais.

Verificando, então, que a fase dos padrões fundamentais de movimento é necessária para o domínio das habilidades motoras complexas e especializadas e, sabendo que o indivíduo não nasce com o domínio sobre elas, é importante que se procure compreender como ocorre e como pode ser estimulada a aquisição das habilidades nesta fase importante que o indivíduo passa ao longo da sua vida. Estudiosos ressaltam que as habilidades adquiridas nesta fase são primordiais para a sobrevivência da espécie humana, pois surgem nos anos iniciais da vida e caracterizam-se como movimentos que se desenvolvem dentro de uma seqüência natural de comportamentos na vida do ser humano e são comuns para todos os indivíduos normais.

Esta fase, conforme David Gallahue, vai dos 2 anos até os 7 anos de idade e apresenta-se como uma fase de descoberta de como executar movimentos. Os padrões de movimento adquiridos nesta fase classificam-se em:

a) locomotores (andar, correr, saltar, etc.), relacionados à exploração do espaço;

b) manipulativos (arremessar, chutar, quicar, etc.), que envolvem o relacionamento do indivíduo com o objeto;

c) de equilibração (estar em pé, rolamento, etc.), permitindo a manutenção de uma postura no espaço em relação à força da gravidade.

A criança, nesse período, aprende a responder com adaptabilidade e versatilidade a vários estímulos, ganhando aumento do controle na execução de movimentos discretos, seriais e contínuos.

Os professores de educação física podem contribuir de forma marcante no processo, assegurando que as crianças sejam encorajadas a participar em atividades apropriadas a seu desenvolvimento neuromotor, para que possam ampliar gradualmente padrões mais avançados.

Considerando que, quando o indivíduo atingir um estágio com ótima elaboração da habilidade motora, terá uma estrutura espaço temporal dos componentes do movimento apropriada, igual ao desempenho de um adulto habilidoso, ressalto que o professor realmente dará sua contribuição se o mesmo souber e entender que nesta fase, durante o desenvolvimento das habilidades motoras, a progressão dos movimentos que cada individuo apresenta é diferente. Ou seja, enquanto alguns apresentarão habilidades faltando vários componentes na estrutura, em outros poderá observar uma estrutura melhor definida, com a preparação, a ação principal e a finalização do movimento. Mas todo ser humano que tenha o aprimoramento adequado dos padrões fundamentais terá domínio de habilidades motoras complexas, que poderão ser utilizadas tanto na aprendizagem de habilidades esportivas como para a aquisição de habilidades culturalmente determinadas, requeridas no trabalho e na vida social.

Este texto visou despertá-lo para a necessidade do professor de educação física aprofundar seu conhecimento quanto à aquisição dos padrões fundamentais de movimento, vista a sua importância no processo de desenvolvimento motor humano.

Conheça o curso de Licenciatura em Educação Física em EaD

Diploma igual ao presencial
QUERO CONHECER

Deixe um comentário